decifrando Nelson

“É uma mulher casada, conhece o amor, não é pura. … fazes bem em humilhar mamãe. Ela precisa expiar, porque desejou o amor, casou- se. E a mulher que amou uma vez, o marido ou não – não deveria nunca sair do quarto. Deveria ficar lá, como num tumulo”. (Álbum de família)
“Quando se ama, deve-se possuir e matar a mulher. A mulher não deve sair viva do quarto. Nem a mulher, nem o homem”. (Álbum de família)
“Quero que vc não se esqueça: O sexo nunca fez um santo, o sexo só faz canalhas” (o anti NR)
“Sabes o que eu acharia bonito, lindo, num casamento? Sabes? Que o marido e a mulher, ambos se conservassem castos, castos um para o outro, sempre, de dia e de noite, olhando um para o outro até o fim da eternidade”. … ( A mulher sem pecados)
“Conhecer o amor, mesmo que do próprio marido, é uma maldição. E aquela que tem a experiência do amor, deveria ser arrastada pelos cabelos…” ( A mulher sem pecados)
“O fato de vc mesma olhar o próprio corpo é imoral. Só as cegas deviam ficar nuas”… ( A mulher sem pecados)
“Como é obsceno um rosto.Porque permitem o rosto nu?” ( A mulher sem pecados)